Central Eléctrica da Mina do Lousal

Central Eléctrica da Mina do Lousal

A central eléctrica das Minas do Lousal, alimentou de energia eléctrica desde 1930 até à década de 1970, altura em que a aldeia começou a ser abastecida pela EDP, todo o complexo mineiro cuja exploração de pirites já vinha desde o início do século XX.
Em 1988 dá-se o encerramento das Minas e passados menos de dez anos, o antigo proprietário das minas, a Sociedade Belga Mines et Industries S.A e a Câmara Municipal de Grândola, uniram esforços para promover no Lousal uma iniciativa de desenvolvimento integrado, capaz de reabilitar economicamente e socialmente a região e com uma componente cultural.
O património de todo o complexo das Minas do Lousal, incluindo a sua antiga central eléctrica, foi alvo de um projecto de requalificação, proposto, dinamizado e financiado pela Fundação Frédéric Velge em parceria com a Câmara Municipal de Grândola, tendo dado lugar a uma infra-estrutura museológica que se constitui actualmente como Associação do Centro de Ciência Viva / Museu Mineiro do Lousal.
As actividades e iniciativas inscritas na dinâmica de funcionamento desta Associação, são orientadas no sentido de integrar, valorizar e potenciar, enquanto instrumentos de promoção e educação científica, as valências patrimoniais existentes na aldeia mineira do Lousal, com destaque para as que constituem o recheio e acervo da antiga Central Eléctrica

Contactos:

Telefone:+351 269 750 520 / 522 Facebook: https://www.facebook.com/pages/Museu-Mineiro-do-Lousal/644590165675280?ref=hl

O que pode ver

  • Sala dos Geradores da Central da Mina do Lousal

    Sala dos Geradores da Central da Mina do Lousal

    Nesta sala encontram-se os 3 geradores que abasteciam eletricamente toda a Mina e a Aldeia do Lousal. Funcionou, até à década de 60/70, altura em que a aldeia começou a ser abastecida pela EDP. O quadro elétrico, dividido em sectores era operado por 3 maquinistas, um para cada turno. Controlava toda a mina e as habitações mineiras. Nesta sala existem também algumas ferramentas em exposição e pequenas peças, como compressores elétricos que enchiam o ar das garrafas para os geradores....

  • Motor Diesel Carels Ingersoll-Rand 3E

    Motor Diesel Carels Ingersoll-Rand 3E

    Motor a diesel de origem belga e de marca Carels Ingersoll-Rand. Este motor é do tipo 3 E (3 cilindros). Trabalha a uma potência de 300 c/v e uma velocidade de 170 r.p.m. Foi instalado na central em 1934. Anteriormente esteve instalado desde de 1920 nas Minas de Aljustrel, cuja empresa propietária, a Société Anonyme Belge des Mines d'Aljustrel, viria em 1934, a adquirir também a concesão da exploração das minas do Lousal....

  • Motor Diesel Carels Ingersoll-Rand 3 AL

    Motor Diesel Carels Ingersoll-Rand 3 AL

    Motor a diesel de origem belga, da marca Carels Ingersoll-Rand e do tipo 3 AL. Este motor trabalha a quatro tempos com 3 cilindros a uma potência de 235 c/v e uma velocidade de 270 r.p.m. Foi instalado na central em 1935-1936. Durante a 2ª Guerra Mundial trabalhou utilizando gás pobre e carvão mineral.

  • Sala dos compressores Central Eléctrica da Mina do Lousal

    Sala dos compressores Central Eléctrica da Mina do Lousal

    A sala dos compressores é o espaço onde se encontram instalados cinco compressores de ar que, quando a mina estava em funcionamento, produziam o ar comprimido que era conduzido até ao interior dos trabalhos subterrâneos. O ar comprimido servia para a operação de um grande conjunto de máquinas e sistemas dos trabalhos mineiros. Tendo em consideração a disposição de algumas infra-estruturas, tais como a admissão de ar do exterior, instalada na parede norte do edifício e, as condutas de ar...

  • Casa do Gelo

    Casa do Gelo

    Este era o local onde era feito o aproveitamento dos óleos queimados por centrifugação e onde está instalado o primeiro compressor usado na central. Era também aqui que se produzia, até à década de 50 do séc. XX, o gelo destinado à casa da direcção e também para utilização nas festas da aldeia. Actualmente possui o compressor e uma centrifugadora. No lugar da caixa para fabrico de gelo encontram-se expostos alguns manuais de funcionamento, cartas geológicas e peças usadas na...

  • MODELOS DE MINAS DO SÉCULO XIX – ENGENHOS DE EXPLORAÇÃO MINEIRA

    MODELOS DE MINAS DO SÉCULO XIX – ENGENHOS DE EXPLORAÇÃO MINEIRA

    Exposição de longa duração constituída por 52 modelos tridimensionais, produzidos no século XIX na Real Academia de Minas de Freiberg, Alemanha, elaborados em madeira e metal, representando um engenho, máquina ou processo de manufatura. Foram usados durante várias décadas no ensino da engenharia de minas, primeiro na Universidade de Frieberg e, mais tarde, no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, para onde foi trazida no início do século XX pelo Professor Alfredo Bensaúde. Desde 2006 encontram-se no Museu Mineiro do Lousal...

GPS:

N 38° 2' 10.43" W 8° 25' 35.42"

Localização:

Av. Frédéric Velge, 7570-006 Lousal, Grândola, Portugal

Como chegar cá?

Vindo do Porto ou Lisboa.
A partir do Porto tome a A1 até Lisboa. A partir de Lisboa tome a A2 até à saída de Beja/Ferreira. Siga em direcção a Ourique/Faro. Cerca de 9 kms depois, vire à direita na indicação “Arqueologia Industrial - Lousal”.
Vindo do Algarve.
A partir do Algarve tome a A2-Norte até à saída de Aljustrel. Siga em direcção a Santiago/Sines. Siga, à direita, a indicação “Mimosa”. Cerca de 10 kms depois, vire à esquerda na indicação “Arqueologia Industrial - Lousal”.