Motor a gasogénio Hornsby-Stockport de 1908

Motor Hornsby-Stockport

Durante mais de meio século a Moagem de Sampaio foi animada por um motor a gasogénio, fabricado pela companhia de Richard Hornsby, nas oficinas da Stockport Gas Engine Works, em Stockport, Inglaterra. Esta peça cuja produção terá acontecido em 1908 considerando o seu número de série “28239”, atesta a evolução da engenharia mecânica numa época de rápida mudança tecnológica. O Hornsby-Stockport da Moagem de Sampaio foi registado em Portugal a 20 de Novembro de 1917, pela 4ª repartição da Direcção Geral dos Combustíveis, Lisboa. Trata-se de um importante investimento por parte dos seus proprietários, a firma Morujão e Lourinha, Lda., que veio possibilitar a transmissão de potência aos três casais de mós, a todo o sistema de limpeza e molhagem do cereal, e, numa fase inicial a um dínamo para produção de iluminação no edifício. Esta transmissão de potência era efectuada por meio de correias de lona e couro, transpondo dois dos três espaços do piso térreo e o primeiro piso do edifício. O engenho atingia uma potência nominal de 25 cavalos-vapor a 250 rotações por minuto. Para o arrefecimento recorria-se à água proveniente do poço anexo ao edifício, que era bombeada para a câmara existente à volta do cilindro do motor pela acção de uma bomba de êmbolo que aproveitava o funcionamento do próprio engenho. Esta água, após arrefecer a peça, tornava a ser conduzida para o exterior, para arrefecer num tanque ainda existente. Voltava a ser admitida, mercê da força da bomba de água, cumprindo novamente a sua função. Na década de 1960, ao motor foi adaptado para um sistema de admissão de gás propano, que custou na altura 10.000$00. Já na década de 1970 o Hornsby-Stockport foi desactivado em detrimento de dois motores eléctricos EFACEC, certamente mais eficientes em termos energéticos e menos trabalhosos de operar. Em 1993 o motor sai da fábrica e é depositado na Escola Secundária de Sampaio onde viria a ficar, exposto à intempérie, até Junho de 2009. Nesta altura, o Museu Municipal de Sesimbra reintegra a máquina no seu contexto original e procede à sua limpeza, desmontagem e conservação, trabalho conduzido por Francisco Moura, maquinista do motor a vapor Farcot da Fábrica da Pólvora de Vale Milhaços (Ecomuseu Municipal do Seixal). A peça estará em funcionamento a partir de 2014 por via de uma intervenção apoiada pela Fundação EDP no âmbito do Programa EDP Ilumina o Património.

Fabricante:

Hornsby-Stockport - oficinas da Stockport Gas Engine Works, em Stockport, Inglaterra

Época de Fabrico:

1908

Parceiro:

Moagem Sampaio

O que pode ver

  • Motor a gasogénio Hornsby-Stockport de 1908 Motor a gasogénio Hornsby-Stockport de 1908
  • Motor a gasogénio Hornsby-Stockport de 1908. Detalhe do número de série 28239, do selo do distribuidor Harker, Sumner & Co. e dos selos de inspecção da 3ª Circunscrição Industrial e da Direcção Geral dos Combustíveis. Motor a gasogénio Hornsby-Stockport de 1908. Detalhe do número de série 28239, do selo do distribuidor Harker, Sumner & Co. e dos selos de inspecção da 3ª Circunscrição Industrial e da Direcção Geral dos Combustíveis.